Não sou fã de rodeios. Além do risco aos peões, tenho minhas convicções (leigas, é verdade) de que a cinta presa ao touro machuca – e não faz cócegas como defendem alguns veterinários.

Devo, então, criticar o esporte, crucificar peões e envolvidos?

Não, afinal, como carne quase todos os dias. A vaca, a galinha, o porco, criados em cativeiro, nada mais são do que mercadorias industrializadas para servir o homem.

Criticar aqueles que teoricamente maltratam os touros e, ao mesmo tempo, alimentar-se de animais. Hipocrisia, não?

Anúncios