Certa vez, ao assistir os documentários “Terráqueos” e “A carne é fraca”, decidi parar de comer carne.

Ambos, convincentes, provocam reflexões acerca da matança de animais a fim de alimentar os seres humanos. Somos induzidos, desde criança, a pensar que o homem é carnívoro, e que a proteína animal é essencial ao nosso organismo.

Só que não.

No meu caso, fiquei dois anos sem comer carne – comia peixes de vez em quando. Depois disso,  não resisti. Voltei à matança pelo prazer do sabor, e também pela falta de opções no dia a dia (quem come em refeitório da “firma” sabe como funciona).

Enfim, retomei este assunto após assistir ao vídeo do Luiz Antônio, que nos explica porque não devemos comer carne… Confesso, depois de assisti-lo algumas vezes, voltei a pensar sobre o assunto e resolvi fazer uma força para não comer carne novamente.

“Esses animais, têm que cuidar deles. Não comer”

Anúncios