Antes de ler este post, procure pelo texto “O analfabeto político”, do escritor e dramaturgo alemão Bertolt Brecht.

Tivesse Brecht vivido no Brasil, um novo capítulo teria de ser redigido: “O puxa-saco-dependente político”.

Este sabe que “da sua ignorância política nasce a prostituta, o menor abandonado, o assaltante e o pior de todos os bandidos: que é o político vigarista, pilantra”

… e, ainda assim, defende “o corrupto e lacaio dos exploradores do povo” em troca de favores.

Anúncios